Amigão da vizinhança do Rômulo Cabrera

 

Amigão da vizinhança

A moça do bicicletário me olhou profundamente com aqueles olhos de cigana oblíqua e dissimulada. Então  falou: “moço, não tá a fim de fazer essa sobrancelha, não?”

Hoje eu tô muito “amigão da vizinhança”: dei “oi” pro bigode logo cedo; desejei “saúde” prum velhinho aleatório; gritei “e aí, Negão, meu irmão!”, pro Negão; avistei uma ruiva que, infelizmente, não estava me esperando.

Bicho, só me falta o uniforme do Homem-Aranha.

Eu fujo de conhecidos no mercado. Desculpa galera.

FOOORTE BOMBAAA!

“O trampo era comandado [pelo peruano] Lobsang, o Mr.Byte, fera do computador Commodore 64 e fundador do TEG. Graças a sua equipe, nasceram hacks como Futebol Brasileiro e Ronaldinho Soccer, voltados para gamers do Brasil.

O mais impressionante era que, na época, a internet nem estava disponível no Peru. ‘Todas as ferramentas foram desenvolvidas internamente, como programas de edição, conversores de som e compressores de dados’.

O peruano hoje com 46 anos resgata o improviso na produção dos hacks do Superstar Soccer, quando comparada à moderna indústria de games. Sabe, por exemplo, quem era o narrador imortalizado pelos gritos ‘Graaande Djogada’ e ‘Fooorte bombaaa’? O mesmo cara que gerenciava a venda de cartuchos. “Sim, era na base do improviso.”


NINGUÉM COM SEDE

“OLHA A ÁGUA GELADA, OLHA A ÁGUA”, anunciou o marreta. Ninguém se pronunciou. “CARAIO, NINGUÉM COM SEDE”, concluiu o marreta, e passou para o outro vagão.



Rômulo Cabrera de Medeiros é jornalista e diagramador, 28 anos, formado pela FIAM SP e como arte finalista no SENAI Suzano. Foi diagramador do Diário de Suzano, sua cidade natal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *